28/11/2019

Cônjuge controlador - Série: Os 10 comportamentos que destroem os melhores casamentos

Não perca a quarta edição da série 10 de comportamentos que destroem os melhores casamentos. Aprenda a agir diante deles.

Contenido en Portugués
Comparte este artículo con tus amigos:
Compartir
0
+1
LinkedIn
0
WhatsApp
Cônjuge controlador - Serie: Os 10 comportamentos que destroem os melhores casamentos

Um homem trabalhador e muito bem-sucedido em sua área de atuação, mas um fracasso no casamento, a esposa sonhava

com um parceiro com quem pudesse compartilhar pensamentos, sentimentos, desejos, bem como trabalhar juntos como uma equipe

para enfrentar a vida.

Mas ele controlava o dinheiro como se fosse um guarda da Casa da Moeda. Ela precisava pedir a ele até mesmo centavos.

Todas ás vezes que ela chega em casa, ele queria saber onde esteve, e o que fez...

As únicas decisões que a esposa toma é o que as crianças iriam vestir e o que a família irá comer, e até mesmo nessas áreas, ele ás vezes critica. Todas as outras decisões são tomadas por ele e a palavra final em tudo era dele.

Esta esposa esta sofrendo de crises de ansiedade, estas crises estão diretamente relacionadas ao estress que ela está vivendo em seu casamento.

O estresse emocional o qual ela viveu por muitos anos estavam agora se expressando por meio de sintomas físicos, ela sabe que alguma coisa precisa mudar em seu casamento desesperado. Talvez você cara/o leitora/a esteja passando por esta mesma dificuldade que relatei.

Quem são esses homens (e mulheres) controladores que procuram dominar seus cônjuges?

Muitas vezes são pessoas respeitadas da comunidade e frequentemente não tem consciência de seu comportamento controlador. Estão apenas seguindo um estilo de vida que, para eles, parece normal. Repetem o modelo que observaram na infância, ou estão seguindo o roteiro escrito em sua personalidade.

Repetindo o padrão aprendido na infância

Uma das possibilidades de seu cônjuge ser controlador é porque o pai dele era um modelo autoritarista, um homem extremamente controlador.

Sua esposa (sua sogra) nos primeiros dias do casamento, possivelmente tenha reclamado do comportamento controlador de seu marido (sogro), mas isso antes dos filhos nascerem. Depois que as crianças chegam, ela se ocupou com elas e aceitou seu destino na vida.

Ela poderia estar agradecida pelo fato de seu marido ser um bom provedor e nunca questionado qualquer decisão que ele tomava. Caso seu marido não concordasse com seu ponto de vista, ela mantinha os pensamentos para si mesma, e com o passar do tempo, suas emoções feridas desapareciam.

E este filho cresceu aprendendo que um pai de família tinha que ser controlador, pois seu pai era assim e como sua mãe não expressava os sentimentos de desaprovação em relação a este comportamento, para ele este era o modelo correto.

Perfil comportamental dominante

É a pessoa que tem aquilo que os psicólogos frequentemente chamam de personalidade dominadora ou controladora. Ela não esta seguindo o modelo de seus pais; esta desempenhando o papel do enredo que esta escrito em sua personalidade.

São o tipo de gente que assume a responsabilidade, resolve os problemas, toma as decisões e faz com que as coisas aconteçam. Dê-lhes uma tarefa e ela será concluída. Elas produzem resultados; porem, pessoas dominadoras não se envolvem com emoções, as delas ou as de outras pessoas. Sua postura é: “Que diferença faz aquilo que você esta sentindo? Vamos tocar o trabalho em frente”.

Personalidades dominadoras são motivadas por objetivos, não por relacionamentos. A personalidade dominadora esta sempre pronta para discutir e convencer um oponente de que ele esta errado, ás vezes usa a intimidação, são frequentemente rígidas em suas posições, sua atitude é; “Existe apenas uma coisa a fazer: terminar a tarefa”.

Quando a pessoa de personalidade dominadora se casa, ela traz esta personalidade para o casamento e faz aquilo que lhe é natural.

O próprio ato de se casar foi uma tarefa para esse individuo. Antes do casamento, a personalidade dominadora fez tudo o que era necessário para alcançar o objetivo; depois do casamento, a tarefa já estava terminada.

Desse modo, é comum existir uma mudança drástica no comportamento logo depois do casamento. Na mente da pessoa dominadora, ela não esta controlando, mas sim sendo eficiente.

Duas abordagens negativas muito comuns típicas de casais que vivem esta situação são:

Jogo de poder, quanto mais o controlador argumenta, mas você argumenta. Nunca existe um vencedor, mas o jogo do poder prossegue, e esta abordagem leva a discussões acaloradas e cheias de ódio, muitos casais seguem esse padrão por anos.

A segunda abordagem negativa é de cônjuge submisso, a atitude é "eu cedo ao controlador e evito o conflito", o lema é paz a qualquer preço; isso transforma você num escravo das exigências do controlador. Externamente, você e seu cônjuge parecem estar em paz, mas esta longe disso ser verdade.

Você pode encontrar uma abordagem muito mais saudável para lidar com um cônjuge controlador. O cônjuge precisa perder a sua personalidade dominadora? A resposta é não. Mas ele precisa entender a sua personalidade e saber que deve controlar seu desejo natural de dominar.

Duas dicas para argumentar de forma saudável com seu cônjuge controlador.

A primeira abordagem é influenciar pela concordância:

Você concorda com os argumentos do controlador, mas não se permite ser controlado por esses argumentos.

Posso até ouvir alguém dizendo: “concordar com os argumentos dele? Não posso fazer isto”.

Veja um exemplo de um controlador com dinheiro:

“Realmente aprecio seus esforços para economizar dinheiro. Quero ajuda-lo a economizar em tudo o que for possível, porém existe algumas coisas que são indispensáveis para mim como mulher, e não posso abrir mão, irei procurar o melhor custo”.

E com isto você esta concordando com ele, mas não se deixando dominar. Porque você não esta dizendo que as ideias dele são ruins, o que ele sempre interpretará como uma critica pessoal. Influenciar pela concordância praticamente elimina a argumentação, em vez de dar mais combustível ao fogo.

A segunda abordagem é jogar com as forças dele.

No mundo dos esportes e dos negócios, a ideia é encontrar os pontos fortes de um jogador ou de um empregado e utilizá-la ao máximo. No casamento também pode usar este principio. Lembre- se que seu cônjuge controlador é alguém que sempre esta voltado ao desempenho. Portanto, um cônjuge controlador dará boas vindas a um pedido de ajuda:

“Você não gostaria de me ajudar com um projeto? Minha amiga me pediu ideias práticas sobre como ela e seu marido podem economizar para enriquecer. Tenho algumas sugestões, mas será que você poderia pensar em alguma coisa para ajudar?” Você pode se surpreender diante das ideias que o controlador via produzir.

Conseguir influenciar seu cônjuge controlador a direcionar as habilidades naturais que ele possui para a melhoria do seu casamento, você pode ser o benfeitor, assim como ele ou ela.

Conclusão

Argumentar e brigar com um cônjuge controlador é a pior abordagem possível. Influenciar pela concordância e jogar de acordo com as forças dele são abordagens muito mais positivas.

Indivíduos que desejam ser agentes de mudanças positivas sobre um cônjuge controlador devem aceitar a responsabilidade por suas próprias atitudes.

Lembre se de que você não pode mudar sue cônjuge, mas pode influencia-lo.

Quando você se sentir em um casamento desesperado, busque ajuda de um profissional que possa te auxiliar, muitas vezes o problema é tão severo que nenhum dos cônjuges será capaz de trata-lo sozinho, lembre-se, o amor é a ferramenta mais poderosa.

¿Quer conhecer quais são os 7 problemas que podem estar acabando com seu casamento?

Recomendo o ebook que está aqui em baixo que irá te mostrar que é possível salvar seu casamento! Faça clic na imagem aqui embaixo e tenha acesso a este material que lhe ajudará a ter um matrimónio pleno e feliz.

7 problemas que están acabando con tu matrimonio

Los problemas familiares son inevitables, pero sin duda alguna estos 7 están acabando con tu matrimonio.

⇣ Descargar Material

También te puede interesar:

Contenido en Portugués

Não perca a quarta edição da série 10 de comportamentos que destroem os melhores casamentos. Aprenda a agir diante deles.

Contenido en Portugués

Não perca a terceira edição da série 10 de comportamentos que destroem os melhores casamentos. Aprenda a agir diante deles.

Contenido Exclusivo

Registre tu correo para recibir contenidos exclusivos sobre
desarrollo personal y profesional.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Comparte este artículo con tus amigos:
Compartir
0
+1
LinkedIn
0
WhatsApp